A CRIATIVIDADE NO DESIGN – É INSTIGADA OU É ALGO NATO?


Ora viva, tudo bem?

Hoje, proponho-me a abordar um tema bastante polémico entre os criativos. A criatividade, é algo nato ou pode ser instigada?

Nas passagens que seguem responderei a esta questão intrigante. Vem comigo…

Mas antes de mais, gostava de saber O Que Faz um Designer Gráfico? Click aqui.

Agora vamos…

Thomas Edison, empresário norte-americano, inventor da lâmpada elétrica incandescente, do fonógrafo e de muitos outros produtos revolucionários, é considerado um dos ícones da criatividade. São dele as célebres frases:“Talento é 99% transpiração e 1% inspiração”; “Se quiser ter uma boa ideia, tenha antes uma porção de ideias”.

Analisando as frases do ícone da criatividade é possível perceber que a criatividade mais do que ser algo nato (e o é) é e deve ser instigada ou exercitada. Pois regra geral, todo o ser humano possui capacidade criativa, diferindo apenas como cada indivíduo desenvolve ou treinar o hábito de criar.

“É muito comum atribuirmos a qualidade “criativa” a alguma pessoa após vermos o seu trabalho final ou observarmos apenas o conjunto de suas obras. Grandes músicos, artistas plásticos, directores de cinema — todos eles são considerados criativos, mas a verdade é que essas pessoas não têm nenhum tipo de gene especial e único que permite que eles produzam coisas geniais.”

O que ocontece é que a prática leva à perfeição e, geralmente, indivíduos que praticam muito determinada técnica acabam por aperfeiçoar as suas habilidades e passam a produzir melhor, mais rápido e em maior quantidade que os outros.

Click aqui para saber como são criados os objectivos de um projecto de design.

Mas o que é CRIATIVIDADE?

A criatividade é um processo. É “a capacidade que um sistema vivo (indivíduo, grupo, organização) tem de produzir novas combinações, dar respostas inesperadas, originais, úteis e satisfatórias, dirigidas a uma determinada comunidade. É o resultado de um pensamento intencional, posto ao serviço da solução de problemas que não têm uma solução conhecida ou que admitem mais e melhores soluções que as conhecidas.”

É possível se tornar uma pessoa mais criativa?

Sim é possível. A criatividade é o processo de conectar um ponto do outro, essa conexão é feita basicamente através de referências que ajudam a solucionar o problema da melhor forma. Portanto, para melhorar o processo criativo é necessário aumentar a quantidade e variedade de referências e conhecimentos de modo a instigar a conexão entre as mesmas.

Como estimular a capacidade criativa?

É importante recordar que  para que funcionemos de forma eficaz, o nosso cérebro necessita de descanso entre períodos muito logos de concentração e outras funções básicas. A seguir dou algumas dicas simples que ajudam a estimular a capacidade criativa em situações de bloqueio criativo, são elas:

  • Jogar Palavras-Cruzadas
  • Pausar a mente entre actividades
  • Fazer brainstorm – Reunir o maior número de ideias
  • Criar como se não houvesse limites
  • Conversar com pessoas
  • Sair para dar uma volta
  • Ouvir música
  • Tirar um tempo para repousar
  • Fazer exercícios físicos
  • Trabalhar em locais, horários e posições diferentes
  • Escrever à mão as ideias.

Então, gostou das dicas? Tem alguma dúvida ou algo que gostava que fosse mais explorado? Deixe a sua opinião nos comentários. Compartilhe com seus amigos nas redes sociais e comece agora mesmo a aplicar as dicas para estimular a criatividade! Até já…

3 comentários em “A CRIATIVIDADE NO DESIGN – É INSTIGADA OU É ALGO NATO?”

  1. Pingback: Identidade Visual – por que se deve ter?! – One Click Mozambique

  2. Pingback: Diário de um Designer – One Click Mozambique

  3. Pingback: As vantagens de usar animações em publicidade – One Click Mozambique

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *