Posso descobrir até o que não quero!


Isso é bom ou mau?…

Quando pesquisamos sobre algum assunto estamos expostos a esse “risco”, descobrir até o que não queremos. Você conhece aquele ditado que diz “Quem procura acha”. Quantos de vocês já mexeram no telemóvel do parceiro e encontraram algo que não queriam, algo que vos surpreendeu ou até mesmo que vos magoou?!. Tenho que dizer que no processo de pesquisa e busca de informações isso também pode acontecer.

Vou aqui partilhar consigo um dos meus medos no processo de pesquisa de mercado, a descoberta que não pretendo fazer.

Geralmente, quando fazemos a pesquisa de mercado pretendemos definir como um negócio será estruturado, desde a concepção do próprio produto ou serviço até ao processo de venda. Além disso, também pretendemos escolher o mercado a oferecer o produto ou serviço, influenciar o mesmo mercado, educar os consumidores e por aí vai.

Mas onde isto nos está a levar? Continue…

Sempre que começo uma determinada pesquisa, certifico-me de que, a metodologia que estou a usar, as ferramentas de recolha de informação são as mais adequadas para o tipo de estudo em questão, e acabo criando uma certa expectativa em relação aos resultados que irei obter, e as decisões mais certas que irei tomar. Tudo para não descobrir, no final, que do meu estudo de mercado não tive as ferramentas suficientes que me permitiriam traçar uma estratégia eficiente e eficaz para o alcance dos meus objectivos, e portanto, deparar-me com outros resultados.

Isto parece um mera insegurança, mas não. Já já explico porquê:

De facto, antes de começarmos um processo de pesquisa precisamos escolher a metodologia correcta, as ferramentas certas para a recolha de dados, ter os objectivos bem traçados, entre outros, mas em alguns casos, uma pesquisa que no início o produto ou serviço se mostrou viável pode-se tornar não viável no final; O outro ponto é em relação a opinião e comportamento dos consumidores; nem sempre permitem-nos a tomada de decisões certas porque em alguns casos os consumidores podem não ser verdadeiros e é comum uma mudança de comportamento, fazendo com que a sua opinião e comportamento não sejam suficientes para a tomada de decisão. Pelo que, é importante incorporar outros aspectos.

Contudo, estamos todos sujeitos a erros, inseguranças e descobertas desagradáveis. Afinal de contas, somos humanos.

Você já passou por algo similar? Compartilhe nos comentários a sua experiência ou alguma descoberta que preferia não ter feito.

Até breve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *