Superar desafios no mundo de negócios!


O que eu ofereço de melhor? Como vender? Como me destacar no meio de tanta competição? Essas são algumas das questões que perturbam os homens de negócio, principalmente os de primeira viagem.

Hoje, vou partilhar consigo as questões que mais me preocuparam no processo de criação e gestão da One Click Mozambique, bem como o que fiz para superar ou melhor lidar com as dúvidas (algumas delas presentes até hoje!)

Se você é um empreendedor de primeira, segunda ou terceira viagem ou até empresário conceituado, este assunto lhe interessa! Vamos avançar…

Muitos são os desafios que empreendedores, empresários ou até comerciantes, em Moçambique e não só, enfrentam para se tornarem seus próprios chefes! Como forma de superá-los alguns, unem-se aos mais experientes e criam alianças promissoras, enquanto que outros estudam e se aprimoram, entre outras alternativas, inclusive a desistência, o que não pode ser ignorado quando esta é a melhor alternativa. Mais adiante veremos isso.

Você deve-se estar a perguntar por quê ele deixa pontos para mais adiante? A verdade é que vamos analisar cada um dos desafios do mundo dos negócios por mim vividos e como os ultrapassei (ou não “LOL”).

Eu divido os desafios em momentos, e estes são três:

1.   Processo de tomada de decisão de empreender/criar um negócio;

2.   Criação e ou legalização da empresa;

3.   Gestão da Empresa!

Sem mais delongas, vamos analisar o primeiro momento.

  1. Processo de tomada de decisão de empreender/criar um negócio

Nesta fase, as motivações para a criação de um empreendimento são várias: desde a descoberta da ideia mirabolante à necessidade de uma fonte de renda extra. Neste momento, o que me motivou foi o desejo de ser bem sucedido e servir de exemplo para a sociedade moçambicana.

Eis os desafios que precisei superar:

a) Saber ao certo o que é o negócio ou empreendimento que quero criar

Nesta fase, predomina a emoção, a ideia de que o que tenho em mente irá revolucionar o mundo, irá mudar a forma como as coisas são feitas e este produto ou serviço será útil para o planeta terra inteiro. Aqui é difícil para nós empreendedores exteriorizar tais ideias e é dessa dificuldade que advém a forma de superar o desafio.

Para melhor saber no que queria empreender tive que ser verdadeiro, sincero comigo mesmo e olhar para o que me motivou a decidir empreender naquela área. No meu caso, em Marketing. A posteriori, avaliar o meu nível de conhecimento sobre o assunto, visto que eu teria que prestar tal serviço aos clientes numa primeira fase. Depois de percebido o meu nível de despreparo, foi preciso saber o que eu precisava aprender e se valeria a pena, ou seja, se eu estava disposto a viver esta jornada. Em outras palavras, o processo que usei para superar este desafio foi colocar-me em dois polos diferentes – aos pés do prestador de serviços e ver o que tenho que oferecer ao cliente para perceber se saberia o que fazer e também me colocar aos pés do cliente e decidir o que eu como cliente gostaria de receber de um prestador de serviços da área de Marketing e Comunicação. Depois disso foi partir para a acção, estudar enquanto fazia os testes e validava o meu conhecimento junto da capacidade de resposta aos problemas que me eram colocados pelos clientes que eu me propunha a ajudar ainda que a custo zero!.

b) Lidar com a descrença e as críticas da família e amigos

Este é um desafio que acredito que muitos empreendedores viveram, vivem e viverão para sempre, pois é da natureza humana desacreditar dos mais próximos. Aqueles que nós julgamos conhecer e perceber ao ponto de definir as suas capacidades físicas e mentais. Por vezes não é por falta de fé, é por medo de ver a pessoa a passar por várias situações e não se tornar capaz de alcançar os sonhos que lhe motivaram a empreender.

Comigo foi um processo duro, de quase 4 anos e a única forma que tive de lidar com este desafio foi por meio de inspiração. Eu lia, assistia, escutava e partilhava histórias de empreendedores, muitos deles nacionais, que fizeram a diferença. Alguns deles são; Salimo Abdula, Daniel David e Luísa Diogo. Que começaram por trilhar a sua jornada sozinhos e eram ícones em suas áreas, isso podia não alterar o ponto de vista dos que duvidavam ou desacreditavam de mim, mas dava-me esperança e forças para continuar a acreditar e correr atrás.

c) Identificar os três F’s (Family, Friends & Fools);

Em meio a tanta descrença, é difícil encontrar quem te apoie, mas não é impossível, pois de alguma forma os que te criticam e desacreditam, te ajudam a ficar mais preparado, a realmente se destacar. Foi com base no aprendizado continuo que convenci aos meus pais e irmãos que era possível. Estes e mais 2 amigos meus deram-me mais coragem para acreditar e continuar a correr atrás!

d) Defender o diferencial do meu produto/serviço

Pouco sabia sobre Marketing na altura, como muitos que conhecem a minha história devem saber, a inspiração, o calafrio, a visão, o sonho de Criar a One Click Mozambique veio de uma fotografia feita por uma câmera Canon 550D em 2014, no meu primeiro ano de faculdade do segundo curso superior.

Para melhor reduzir o nível de descrença, mas também vender os meus serviços, a leitura e cada vez mais estudos, cursos nacionais e internacionais, amizades nacionais e internacionais com pessoas como; Mário Elísio, trabalhador da Golo, Matateu, da Signus, Eric; da Brand Lovers, Bruno Binati, da Publicità e outros. Estes ensinaram-me mais do que posso partilhar e agradecimento nenhum será suficiente. São pessoas que elevaram o meu nível de conhecimento e me fizeram perceber que diferencial eu poderia dar aos clientes, tratando-se de serviços de marketing no nível em que eu estava! Em resumo, estudar, pesquisar, relacionar-se com conhecedores destas matérias e aprender o máximo com eles foi o que tornou possível ultrapassar este desafio!

e) Conseguir meus primeiros clientes;

Os primeiros clientes que realmente pagaram pelos serviços prestados vieram após três anos de trabalho gratuíto. Para tê-los foi preciso tudo que falei anteriormente e repito, criar conexões, fazer boas amizades e fazer bom uso delas.

  1. Criação e ou legalização da empresa

O segundo momento torna-se visível quando percebo que existem pessoas que vêem vantagem no serviço que ofereço e é a partir daí que tomo a decisão de legalizar a empresa.

a) Lidar com a solidão e a inexperiência;

Não sabia por onde começar este processo, não conhecia ninguém na área, não sabia sequer para onde me dirigir para dar início à legalização da minha empresa pois não tinha aprendido isso na universidade. Mais uma vez a solução veio de pessoas com quem me relacionava, as mesmas que já tinham empresas e me podiam dar algum direccionamento para dar os primeiros passos na reserva do nome. Neste momento, que conheci uma pessoa capaz, Issufo da Silva, que me auxiliou durante o processo todo! As pessoas são suuuuuuper… Criar boas relações com as pessoas certas fez toda a diferença na minha jornada de empreendedor desde o seu início.

b) Calcular custos antes de abrir uma empresa;

Como acredito que era de se esperar, alguém com zero de experiência na altura, mal saberia calcular os custos relacionados com a legalização de uma empresa, e mais uma vez a solução para isto foi uma série de conversas com pessoas que já tiveram a experiência, dentre elas Issufo da Silva.

Eu sei que para si a jornada, as pessoas e todo o roteiro da sua história pode ter sido diferente, mas se desde já, procure se relacionar e aprender com as pessoas certas elas irão te reduzir muitas dores de cabeça!

A terminar:

Para que este tema não seja extenso demais eu termino por aqui… Mas não significa que não farei menção ao terceiro momento.

Fique atento aos próximos posts que na próxima semana ele estará aqui para si!

Para concluir:

Nos pontos acima, procurei seguir uma sequência cronológica dos acontecimentos segundo a minha experiência, e esta com certeza pode ser diferente da sua. Independente da ordem, importa garantir que estas dúvidas sejam sanadas para que se possa focar no que mais importa, o crescimento sustentável do seu negócio, que a meu ver é a realização de um sonho, é a vida plena, a descoberta e realização da nossa missão na terra!

Abraços e até a próxima!

1 comentário em “Superar desafios no mundo de negócios!”

  1. Pingback: (Continuação) SUPERAR DESAFIOS NO MUNDO DE NEGÓCIOS – One Click Mozambique

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *